Rosangela Demetrio


Conheça a NFC

A tecnologia NFC se consolida como uma ferramenta que promete em curto espaço de tempo mudar conceitos de transmissão de dados e facilitar as compras

A tecnologia NFC (Near Field Communication) vem para mudar o comportamento da sociedade urbana e traz com ela suas vantagens e desvantagens, como tudo que aparece em termos de tecnologia de ponta. Atualmente, é quase impossível sair de casa sem o cartão de crédito. Mas, será que esse hábito vai continuar existindo por muito tempo?

Talvez a NFC tenha vindo para desmitificar o cartão de plástico, pois se trata de uma tecnologia que nos permite interagir com os objetos à nossa volta pela transmissão de dados a certa distância, mesmo sem o contato direto com eles. Apenas com a proximidade de dois aparelhos, você é capaz de realizar a troca de informações de maneira bastante segura. Pode ser um chip transmissor que você carregue consigo e um aparelho receptor, instalado numa loja ou na no Metrô.

Com isto, é possível captar informações de qualquer objeto em que a tecnologia NFC seja aplicada. Por exemplo, ao passar pela catraca do cinema ou teatro, seus dados serão lidos pelo receptor, a partir de um documento que você porte ou a partir do celular, registrando sua presença naquele local. Que fantástico! Ficará mais complicado para aqueles que costumam burlar o ingresso em eventos e jogos em estádio, ou em outras circunstâncias mais comprometedoras. Se essa tecnologia estiver presente em documentos, facilitará o impedimento de acesso de adolescentes a locais como bares e clubes noturnos. 

Esse fenômeno também poderá acontecer muito em breve com os automóveis. Eles poderão receber chip de identificação que, ao passar por um determinado leitor, transmitirá informações sobre esse veículo para um banco de dados oficial, onde ficarão registradas e poderão ser utilizadas posteriormente, para fins cíveis ou criminais.

A distância, no caso da NFC, não poderá ser maior do que 10 centímetros, pois seu campo de atuação é limitado, sendo necessário aproximar o leitor do objeto. Os dados são obtidos da fonte passiva pela fonte ativa, com segurança, pois não podem ser acessados por outros dispositivos.

Uma boa opção de ferramenta para instalação desta tecnologia seriam os aparelhos celulares, que estão sempre nas mãos dos usuários. No Japão, já é possível conferir a tecnologia sendo utilizada no cotidiano das pessoas: em Tóquio, o sistema de transporte metroviário permite que passagens sejam compradas com a aproximação do aparelho de telefone às catracas.

Existe uma crença de que a NFC poderá em breve substituir o código de barras, os cartões bancários e até as chaves de acesso à residência. Segundo informa o site Tecmundo, “isso talvez possa acelerar a inclusão da tecnologia para o uso diário, transformando em poucos meses, a forma como consumimos informações e produtos. O sucesso do NFC é bastante esperado, já que o custo de produção dos dispositivos que enviam dados é relativamente baixo”.

Artigo publicado no Jornal Empresas & Negócios em 01/fev/2012.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: