Rosangela Demetrio


Brasil Offshore 2011 gera expectativas no mercado

A Feira, que acontece de 14 a 17 de junho em Macaé, é o terceiro maior evento de petróleo e gás do mundo

Este ano participarão da feira 608 expositores, sendo 471 nacionais e 137 internacionais de 34 países.  A importância do evento é demonstrada pela presença de companhias de prestigio como Petrobras, Schlumberger, Goodyear, Gaia, Fluxo, Odebrecht, Estaleiro Mauá, National Oilwell Varco, entre outras.

Um dos destaques, certamente, será o EIC – Conselho Britânico de Energia – a maior representação da cadeia de suprimentos das indústrias de petróleo, gás e energia do Reino Unido, será a responsável pela organização do pavilhão britânico da Brasil Offshore, que terá a presença de 21 empresas daquele país. Os expositores do EIC apresentarão a expertise britânica e as novas soluções e inovações para o setor de óleo e gás nos 302m² reservados para a delegação. Dentre as empresas britânicas que estarão no evento estão a Rolls-Royce Energy, Prosafe, Rotech e a Air Products.

A Alemanha também aposta alto na Feira Brasil Offshore 2011. Para isso, escalou um time de 17 grandes empresas com o objetivo de desenvolver negócios no Brasil, no segmento. Elas ocuparão um estande coletivo de 198 m², coordenado pela Câmara Brasil-Alemanha (AHK-Rio, parceira da Hamburg Messe nesse projeto), e vêm dispostas a não perder oportunidades. No ano passado, a Alemanha ocupava o quinto lugar no ranking do destino das exportações brasileiras.

 

Dados do mercado brasileiro

 

Só da Bacia de Campos, um dos maiores laboratório de águas profundas no mundo, saem mais de 90% do petróleo offshore brasileiro e cerca de 80% de todo o petróleo produzido no País. Lá, são testadas soluções tecnológicas pioneiras e obtidos resultados práticos, com vistas a continuar expandindo a produção de petróleo nacional.

Alguns números dessa Bacia impressionam: a população flutuante de petroleiros gira em torno de 40 mil, com um total de alimentação consumida de mais de 2.000 toneladas por mês. As plataformas de perfuração e produção são mais de 60, cerca de 1.000 poços e 120 navios para o apoio logístico. As instalações incluem campo de futebol, plantas de tratamento de esgoto, enfermarias e cinemas. E o lixo mensal produzido fica em torno de 120 toneladas.

É por tudo isso que a Feira Brasil Offshore chama a atenção de empresas multinacionais do segmento de petróleo e gás, e atrai especialistas em exploração e produção de petróleo do mundo todo. Quem puder participar, terá uma oportunidade única.

Artigo publicado no Jornal Empresas & Negócios, em 18/05/2011.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: