Rosangela Demetrio


O comportamento da Geração Y

Fazer parte de um grupo, a busca de uma identidade, o consumo liberal de novidades, são algumas das características daqueles que cresceram na era da internet, a chamada Geração Y

Entende-se por Geração Y os indivíduos nascidos entre 1978 e 2003, em plena era digital, e que cresceram sob a influência direta da internet. Uma turma que não valoriza a fidelidade a empresas, podendo trocar facilmente uma posição no mercado de trabalho por outra que lhe confira mais status pessoal ou que lhe proporcione maior conforto no ambiente corporativo, além de boa recompensa financeira. Impulsivos, impacientes, imediatistas, querem tudo para já e não se aprofundam em conhecimentos ou teorias. Preferem conhecer o suficiente para resolver seu problema naquele momento.

São capazes de desempenhar diversas tarefas ao mesmo tempo, com rapidez e sempre envolvendo muita tecnologia, mas não se preocupam em deixar o conforto da casa dos pais, por exemplo, para morarem sozinhos, preferindo evitar os gastos com aluguel e outros. A independência não é um dos alvos preferidos da Geração Y. Preferem deixar para amanhã o que não precisa ser feito hoje.

Ansiosos, os indivíduos da Geração Y buscam um retorno rápido para tudo. Precisam de tudo muito bem explicado, e ao expor um projeto, definem os limites e deixam tudo muito claro para a equipe. Ao contrário do que parece óbvio para a Geração X, anterior à sua, a Y não considera tão importantes as convenções hierárquicas dentro da empresa, nem as regras de comportamento.

Um estudo da Bridge Research, empresa paulista especializada no público jovem, realizado em São Paulo com um grupo de entrevistados composto por 48% de homens e 52% de mulheres, com idade entre 18 e 30 anos, das classes A, B e C, ajudou a definir alguns padrões de comportamento da Geração Y. São informações importantes para quem pretende vender produtos ou serviços para esse segmento, geralmente formado por pessoas antenadas, membros de blogs e usuários de redes sociais que estão habituados a disseminar suas impressões para suas redes de amigos ou contatos pela internet. É imprescindível para a Geração Y ter um canal aberto de comunicação em seus relacionamentos. Eles escutam, mas querem falar também. Querem criticar os produtos e esperam uma resposta da empresa. Para conquistar público da Geração Y é necessário que a estratégia de comunicação da empresa utilize os canais digitais, com interatividade, e não apenas a TV ou veículos da mídia impressa.

O que ainda não está definido é como serão as preferências e o comportamento da Geração Z, nova no mercado. É uma geração que chega pedindo mudanças e cabe às empresas encararem isso de frente e atualizarem seus negócios.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: