Rosangela Demetrio


Brasília – 50 anos

Cinco décadas e centenas de histórias para contar

A Capital brasileira está de braços abertos e espera receber, hoje, milhares de visitantes de todos os cantos do País para as festividades em comemoração a seu aniversário. Afinal, são 50 anos de muitas histórias, algumas positivas, outras negativas, algumas que nos orgulharam, outras que nos decepcionaram. Enfim, se não houvesse toda essa diversidade e essa multiplicidade de sentimentos, formas e cores, não seria Brasília, uma cidade surpreendente e encantadora, imponente por sua arquitetura e gigante por sua natureza.

Impossível falar de Brasília, sem lembrar do presidente Juscelino Kubitschek e de seu Plano de Metas. O que poucos imaginam é que a Capital Federal nasceu de uma ideia que Juscelino teve durante seu banho matinal. Há alguns anos, eu li uma matéria publicada no jornal Correio Braziliense, a qual dizia que o Plano de Metas de JK foi um insight que ele teve enquanto estava dentro da banheira. Além do Plano, ali nasceu também o mote da vitoriosa campanha à Presidência da República: ‘‘Cinquenta anos em cinco’’.

Berço da implementação das metas do presidente, Brasília tornou-se a própria protagonista do Plano. As metas tinham como alvo pontos estratégicos da economia: energia, transportes, indústrias siderúrgicas e produtoras de equipamentos (automobilística, naval e bens de capital) e a construção de Brasília. Com base em estudos econômicos elaborados por técnicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), ainda durante o governo Vargas, foram projetadas, a princípio, 30 metas. A construção de Brasília foi a 31ª e a mais ambiciosa. A obstinação de JK em alcançá-las fez com que, de 31 de janeiro de 1956 a 31 de janeiro de 1961, o Brasil deixasse de ser uma nação agrária e se tornasse um país industrial. E Brasília foi a grande estrela dessa transição.

De lá para cá, quantas histórias tiveram Brasília como palco. Uma cidade que harmoniza suas áreas verdes com seus prédios de concreto e consegue manter elementos que a qualificam como um local de alta qualidade de vida. Além de fácil locomoção no trânsito, na Capital Federal ainda se pode respirar o ar limpo do Planalto Central e contemplar um céu aberto, de azul intenso, que presenteia diariamente aqueles cidadãos. Só nos resta parabenizar Brasília por tudo que ela representa, e desejar a ela muitos anos de paz, amor e esperança.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: