Rosangela Demetrio


O Ano do Tigre

O Ano Novo Chinês acontecerá no dia 14 de fevereiro. Mas, as comemorações já começaram

Pelo quinto ano consecutivo, São Paulo comemora a entrada do Ano Novo Chinês em grande estilo. Em 2010, ano regido pelo Tigre, a festa já ocupa o bairro da Liberdade desde o último fim de semana, com apresentações de diversas manifestações da cultura chinesa. Na Sociedade Taoísta do Brasil em São Paulo, as celebrações acontecerão entre os dias 17 e 22 de fevereiro, com várias atividades gratuitas programadas para dar as boas vindas ao Ano do Tigre.

Neste período de festejos, a China praticamente para por quinze dias para os preparativos, viagens e rituais que marcam a passagem do ano. É uma época para matar saudades da cidade de origem, visitar parentes e amigos, levar presentes e os tradicionais envelopes vermelhos que contêm dinheiro. Para espantar as energias negativas, há queima de fotos de artifício. 

Segundo o Sacerdote Wagner Canalonga, da Sociedade Taoísta do Brasil, “o dia do Ano Novo Chinês é calculado pela noite da lua nova mais próxima ao dia em que o sol passa pelo décimo quinto grau de Aquário”. O calendário chinês é também chamado de Calendário Amarelo (Huang Li) pelos taoístas, em homenagem ao seu criador, o Imperador Amarelo, que unificou os povos chineses e definiu um calendário único, tomando como marco zero um grande alinhamento de planetas ocorrido então.

É um calendário lunissolar, pois se utiliza tanto do Sol quanto da Lua. Cada ano possui doze lunações acarretando em um total de 354 dias. Para não se perder a sincronia com o ciclo solar (de 365,25 dias), são acrescentados, a cada oito anos, noventa dias ao calendário, ou, aproximadamente duas lunações. Desta forma, não se perde a sincronia nem com o ciclo solar, nem com o lunar. Os anos começam sempre em uma lua nova, entre 21 de janeiro e 20 de fevereiro e formam um ciclo de 12 anos, no qual cada ano recebe o nome de um animal, que por sua vez é combinado com os cinco elementos da natureza (madeira, fogo, terra, água e metal), divididos na lei de polaridades universais yin (escuro) e yang (claro).

O Tigre, homenageado neste ano, representa grandeza, fazendo com que tudo aconteça com maior intensidade nos seus anos regentes. Conforme a lenda, Buda queria reorganizar a nação e marcou uma reunião com o reino animal, mas somente doze deles compareceram. Assim, Buda decidiu homenageá-los, dedicando um ano para cada animal, de acordo com a ordem de chegada.  Esses animais passaram a representar o signo, são eles: o rato, boi, tigre, coelho, dragão, serpente, cavalo, carneiro, macaco, galo, cachorro e o porco.

É no Canadá que encontramos as maiores Chinatowns do mundo. Elas estão localizadas em Vancouver, Montreal, Toronto entre outras cidades. Com uma grande população chinesa, a comemoração do Ano Novo Chinês é aguardada com ansiedade. E quando chega a festa, é realizada com grande tradição, desfiles pelas ruas, performances e comida típica.

Este artigo teve seu conteúdo baseado em informações obtidas nos sites: www.sociedadetaoista.com.br e www.anonovochines.com.br. Foi escrito por Rosangela Demetrio e publicado no jornal Empresas & Negócios em 10/fevereiro/2010.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: