Rosangela Demetrio


O produto brasileiro se destaca pelo design

Lado a lado com grandes marcas internacionais, os produtos brasileiros demonstram qualidade, criatividade, preço competitivo e design moderno. A solidez de nossa economia e o constante desenvolvimento do País nos últimos anos vem favorecendo a indústria nacional 

Pode ser que o Brasil ainda seja visto como um grande exportador de matérias-primas, como o aço e o alumínio, mas, esse cenário está mudando. O setor produtivo brasileiro está inserido numa economia competitiva, construída em bases sólidas, tem caráter inovador e capacidade de crescimento sustentável, gerando cada vez mais empregos diretos e indiretos. Com o aumento de postos de trabalho, há um fortalecimento da economia como um todo e um aumento do poder de compra da classe média, grande responsável pelo consumo de bens duráveis e de utilidade doméstica no País. É um caminho sem volta para o crescimento de um mercado consumidor que valoriza o design e a produção de artigos com valor agregado.

 Entidades brasileiras têm apoiado as iniciativas voltadas ao fortalecimento de nossa indústria, dando suporte e incentivo. Reconhecida por subsidiar com informações confiáveis todos os agentes da economia brasileira, a CNI (Confederação Nacional da Indústria) produz documentos e estudos sobre a indústria e o seu contexto econômico, social e político. Seu principal objetivo é o crescimento da indústria nacional e sua inserção no mercado globalizado. Nesse sentido, a CNI aproxima os setores privado e público, fomentando um diálogo orientado aos interesses do País.

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), por sua vez, vem apostando no design como um diferencial importante para o nosso produto. Para tanto, implantou diversos programas, entre eles o Programa Brasileiro do Design (PBD) e o Design & Excellence Brazil (esse em parceria com a Apex-Brasil), que reforçam a promoção e o reconhecimento internacional do design brasileiro, além de colaborar para difundir uma cultura de exportação de produtos com valor agregado.

Essa nova percepção do País é atribuída, em parte, ao elevado nível de qualidade dos produtos brasileiros. Criativos, sofisticados e funcionais, eles se destacam por fatores como os materiais utilizados e a originalidade do design, bem como o controle de qualidade e altos padrões tecnológicos. O brasileiro está aprendendo a ser um consumidor exigente e tem sido visto dessa forma pelo mercado externo. Isso reflete na produção interna, que consequentemente ganha posição de destaque diante dos demais produtores de países emergentes.

artigo escrito pela jornalista Rosangela Demetrio e publicado no jornal Empresas&Negócios, em 16 de dezembro de 2009.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: